ATENDIMENTO: (17) 3395-1780
Seg. à sexta das 08:00 às 18:00hs
Amazônia ao alcance de todos.
 
Vamos falar de uma região aonde se encontram os maiores Tucunarés do mundo, A Amazônia, mais precisamente do Rio Negro (região de Barcelos - AM). Sonho de consumo da grande maioria dos pescadores esportivos, não só do Brasil como do mundo em geral.
 
Com a experiência adquirida por nós nessa região, não só no que se refere à pescaria, mais também na parte da viagem. Tentaremos nesse relato passar a nossa vivência, para que todos os pescadores interessados nessa aventura possam, com essas dicas, estar encurtando caminhos para as grandes capturas com um custo mais acessível.

O GRUPO DE PESCA.


 
Diferentemente dos outros anos, em que contamos com agências especializadas nesse tipo de viagens, nessa aventura decidimos por nós mesmos montar um grupo de pescadores, a fim de minimizar os custos da viagem. Como temos bastante amizade com pescadores, essa missão foi relativamente fácil, sendo que em menos de um mês estávamos com 14 pescadores confirmados.
 
BARCO HOTEL.

Um item de suma importância é a escolha do barco hotel, que pode fazer a diferença entre o sucesso e a frustração de uma pescaria. Após incessantes pesquisas via internet, conversas com pescadores experientes, com vivencia muito maior do que a nossa no local, optamos pelo o Barco Hotel TAYAÇU (www.pescanaamazonia.com.br).
 

 

A embarcação é comandada pelo Comandante MARLON DO CARMO OTERO, que é nativo do Rio Arirarrá e conhece a região dos grandes tucunarés como poucos. Durante a sua juventude o Comandante, em companhia de seus irmãos, foi obrigado a conhecer os melhores e mais distantes pontos para abater os grandes peixes e ajudar no orçamento doméstico. Hoje, grande protetor das águas, Marlon, com sua incrível percepção, coloca sempre um grande tucunaré na ponta da sua linha.


O Tayaçu, é o mais novo barco de pesca da região de Barcelos, com capacidade para levar até 14 (quatorze) pescadores com total conforto e agilidade. O seu baixo calado faz com que a Tayaçu alcance os locais mais promissores de pesca, mesmo na temporada da seca, onde os grandes barcos não alcançam os pontos mais rasos. São 07 (sete) suítes duplas com ar condicionado (modelo LG Split 6.000Btus), cozinha climatizada completa, sala de estar com TV (parabólica), deck com espreguiçadeiras e chuveiros, GPS, e todo material de segurança obrigatório a bordo. Seu motor, um Volvo Penta 420 turbinado, faz dele um dos mais velozes barcos da região, e seus 02 (dois) grandes geradores de energia trazem confiança e conforto durante toda a temporada de pesca. Para a pesca esportiva propriamente dita, é oferecido aos pescadores 07 (sete) barcos plataformados de 5.5m, com motores de popa de 25hp, novíssimos motores elétricos Phantom 44Lbs, cadeiras acolchoadas, caixas térmicas e material de salvatagem, tudo novo. Todos os guias são nascidos na região e conhecem os pontos mais promissores dos melhores rios, lagos frontais e internos do Rio Negro e de seus principais afluentes.
Conhecendo todos os requisitos acima descritos e com a data definida, entramos em contato com o Comandante Marlon 10 (dez) meses antes de nossa pescaria e fechamos o pacote. Começamos então a depositar mensalmente o valor do pacote dividido em 10 (dez) parcelas iguais.
 

A VIAGEM.


 

Com a data marcada e o barco hotel confirmado, estava apenas faltando o transporte, e como o nosso destino era Barcelos – AM, precisaríamos de transporte aéreo, sendo a 1ª parte da viagem São Paulo – Manaus e a 2ª parte Manaus – Barcelos. Pesquisamos os preços das companhias aéreas e optamos por voar a primeira parte de nosso trajeto pela companhia aérea GOL (São Paulo – Manaus), e para a segunda parte de nossa viagem (Manaus – Barcelos), auxiliados pela consultoria do Comandante Marlon, fretamos um avião da companhia Manaus Taxi Aéreo por quase a metade do preço da companhia de linha normal.
 

Após meses de ansiedade e contando nos dedos os dias remanescentes, chegou a tão esperada data.
 

O QUE LEVAR?

A complexidade das traias e vestuários são itens que variam de pescador para pescador, mais vamos descrever a nossa lista de materiais (lembrando que não há regras).


Roupas:


Levamos apenas roupas leves (pescaria final de novembro com temperatura elevada).

2 – Calças de Suplex (MTK)
2 – Camisas de Suplex Manga Longa
2 – Bermudas
4 – Camisetas
1 – Pijama
1 – Par Chinelos
1 – Par de tênis
Cuecas e meias.... O Barco conta com serviço de lavagem de roupas (grátis).

 

Importante: as companhias aéreas têm limite de peso (18kgs por pessoa).


Equipamentos úteis para a sua viagem:
- Protetor solar, boné e/ou chapéu e óculos escuros, de preferência com lentes polarizadas, para se proteger do sol;
- Leve uma lanterna pequena e pilhas, de preferência leds;
- Máquina fotográfica não pode faltar;
- Capa de chuva;
- Não esqueça seus documentos pessoais e a Licença de Pesca Embarcada (porte obrigatório) - mais informações no site do IBAMA;
- Medicamentos (curativos, antigripais, antiinflamatórios, colírios, repelentes e outros com prescrição);
- Alicates de bico e de contenção e canivete. </s


Voltar